quinta 17 abril 2014 . 05:58 . Atualizado às 23:53

plus/Música

RSS

Guitarrista do Rolling Stones fez comentários depreciativos sobre o vocalista em autobiografia.

Rio de Janeiro - Em uma entrevista concedida à produção de um documentário sobre os 50 anos de carreira dos Rolling Stones, Keith Richards comentou sobre os comentários depreciativos que fez sobre Mick Jagger na autobiografia "Vida", lançada em 2010.

"Como vocês sobrevivem a uma jornada que já dura 50 anos? Deve ter sido difícil, por vezes, levando em consideração a natureza de seu relacionamento e, especialmente, as histórias sobre as tensões que resultaram na publicação de 'Vida'", perguntou o entrevistador.

Mick Jagger então tomou a palavra. "Olhando para trás, em qualquer carreira, você é obrigado a lembrar dos altos e baixos. Na década de 80, por exemplo, Keith e eu não estávamos nos comunicando muito bem. Fiquei muito envolvido com o lado comercial dos Stones, principalmente por sentir que mais ninguém estava interessado nisso. Agora ficou claro, a partir do livro de Keith, que ele se sentiu excluído, o que é uma pena. Hora de seguir em frente", disse.

O guitarrista, então, deu-lhe razão. "Mick está certo. Eu e eles tivemos conversas no último ano, do tipo que não tivemos por muito tempo e que têm sido muito importantes para mim. Quanto ao livro, é a minha história e é bem crua, como eu queria que fosse, mas sei que alguns trechos e a publicidade que foi feita realmente ofenderam Mick e eu lamento isso", disse Richards. As informações são da revista "Rolling Stone".

No D24am.com, você pode comentar também a partir das redes sociais mais populares. Você só precisa logar-se na rede de sua preferência. Todos os comentários serão moderados pelo D24am.com

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do d24am.com. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.