quarta 16 abril 2014 . 23:48 . Atualizado às 23:00

plus/Artes & Shows

RSS

A vencedora da 14ª foi Larissa Muller, de 21 anos, e agora ela representa o Estado no Miss Brasil Gay 2010, Juiz de Fora, no interior de Minas Gerais.

[ i ] Larissa Muller, ao centro, foi eleita a Miss Amazonas Gay 2010. Foto: Arlesson Sicsú Larissa Muller, ao centro, foi eleita a Miss Amazonas Gay 2010.

Manaus - A disputa parecia ser por quem tinha mais brilho, mas o prêmio daria à vencedora a chance de competir, em Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais, ao concurso Miss Brasil Gay 2010. O Miss Amazonas Gay 2010 reuniu nove candidatas amazonenses com idade entre 18 e 32 anos, na noite deste sábado (17), no Ideal Clube, no Centro de Manaus.

A vencedora da 14ª edição do concurso foi Larissa Muller, de 21 anos. Esta é a terceira vez que Larissa participa de um concurso de beleza, estimulada pelos amigos. Quem levou o segundo lugar foi a estilista Thaynná dos Ryvollys, de 29 anos, que vestiu o melhor traje típico (que homenageia a região), o melhor traje de noite e foi eleita a mais simpatia, entre as próprias candidatas. Esta é a primeira vez que Thaynná participa de um concurso de beleza, e o fez para mostrar que o Miss não se trata apenas de beleza, mas de personalidade.

“Eu tentei resgatar o conceito do Miss Gay. Queria mostrar que não precisa ser magra e linda para ganhar”. Thaynná sofreu um derrame facial há três meses e tem feito tratamento, mas não quis deixar o concurso de lado. Dos 100kg, ela emagreceu 19 no último mês, para poder participar.

O traje típico de Larissa, feito em acetato e brilho, muito brilho, representou o Polo Industrial de Manaus (PIM). Já o de Thaynná homenageava o Teatro Amazonas. Ela mudou de roupa na passarela.

O terceiro lugar ficou com a estudante Alessa Dodson, de 18 anos, cujo traje típico representou as cunhã-porangas amazonenses.

Algumas das candidatas, porém, estavam insatisfeitas, como a estudante Yara Menezes, de 18 anos, que acreditava que a vencedora já havia sido escolhida. “O concurso não deve escolher só beleza e roupa. Também tem o carisma, o sorriso e a personalidade das concorrentes”, afirma. De acordo com Yara, seu traje típico, que representou o município de Manacapuru e seu festival de ciranda, estava sendo preparado desde fevereiro de 2009.

Quesitos como beleza, simpatia, postura, traje de noite e traje típico foram avaliados pelos 15 jurados presentes, todos personalidades amazonenses que apóiam ou representam o movimento LGBT da região. A apresentadora local Norma Araújo foi escolhida como madrinha do evento e a jornalista Marcela Rosa liderou a comissão avaliadora.

Miss Gay no Amazonas

O evento surgiu em 1996 quando sua fundadora, Joelma Andraws, ao participar dos concursos nacionais, percebeu que não havia representantes do Amazonas. “Eles sempre escolhiam uma participante de outro lugar para representar o estado. Foi aí que eu resolvi criar o concurso e fazer o registro no cartório”, afirma.

Miss Brasil Gay

O concurso nacional, que já está na 34ª edição, acontece em Juiz de Fora, em Minas Gerais, no dia 14 de agosto e traz o tema “Paetê sem medo”. Serão cinco dias de evento, mas a escolha da Miss Brasil Gay 2010 acontece apenas no dia 14. A Rainbow Fest (Festa do Arco-íris, em português) começa no dia 11 e termina no dia 15 de agosto.

No Miss Brasil Gay deste ano, a premiação será de R$ 1 mil para a campeã, R$ 500 para a segunda colocada e R$ 300 a quem ficar em terceiro lugar.

Mais do que um evento de glamour, o Miss Brasil Gay representa uma luta política e ideológica pelos direitos homossexuais, que tem passado por grandes transformações desde sua primeira edição. Mais informações sobre o Miss Brasil Gay podem ser encontradas no site: www.missbrasilgay.com

No D24am.com, você pode comentar também a partir das redes sociais mais populares. Você só precisa logar-se na rede de sua preferência. Todos os comentários serão moderados pelo D24am.com

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do d24am.com. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.