sábado 19 abril 2014 . 18:09 . Atualizado às 16:19

notícias/Brasil

RSS

O ato está marcado para as 17h desta segunda-feira (17), no Largo da Batata, em Pinheiros, zona oeste da capital.

São Paulo - Diante da repercussão da notícia de que iriam filmar e denunciar a ação de vândalos durante a próxima passeata contra o aumento de tarifas de ônibus, metrô e trem, integrantes do Movimento Passe Livre (MPL), do Juntos! e da Assembleia Nacional de Estudantes-Livre (Anel) afirmaram que o principal foco das denúncias é levar à corregedoria da PM a repressão policial e, principalmente, os oficiais infiltrados na manifestação.

"Há policiais que querem criar tumulto e quebra-quebra para culpar o movimento. Faremos um protesto pacífico e essa continua sendo a nossa orientação", afirmou Maurício Costa Carvalho, do Juntos!. 

O ato está marcado para as 17h desta segunda-feira (17), no Largo da Batata, em Pinheiros, zona oeste da capital.

No D24am.com, você pode comentar também a partir das redes sociais mais populares. Você só precisa logar-se na rede de sua preferência. Todos os comentários serão moderados pelo D24am.com

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do d24am.com. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.