sábado 19 abril 2014 . 18:08 . Atualizado às 16:19

notícias/Brasil

RSS

Defesa diz que temia divulgação e que pedido de sigilo foi negado por juiz.

Manaus - Imagens de partes do corpo do empresário e diretor executivo da Yoki, Marcos Kitano Matsunaga, esquartejado pela esposa em maio deste ano, vazaram na internet. As fotos da cabeça, tronco e membros do empresário foram visualizadas na manhã desta quinta-feira (30) e continuavam sendo acessadas em sites de busca e listas de discussão nesta tarde.

As fotografias integram o processo que apura o assassinato e a ocultação do cadáver do executivo da empresa de alimentos. Matsunaga foi atingido com um tiro e depois esquartejado pela mulher, a bacharel em direito Elize Araújo Kitano Matsunaga, em 18 de maio. Elize, que é ré confessa, segue presa e aguarda decisão se irá a júri popular.

A informação foi publicada pelo Portal G1. Segundo a reportagem, a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP) informou que vai abrir um procedimento para investigar a divulgação das fotos.

A autenticidade das imagens foi confirmada na tarde desta quinta pelo advogado Luciano Santoro, que defende Elize.  “Meu Deus! Isso jamais deveria circular na internet. Essas fotos são do processo. São fotos antes da realização da perícia, logo após o corpo dele ter sido achado. Eu não posso tomar nenhuma providência em relação a essa divulgação porque isso compete à família da vítima", comentou, em entrevista ao mesmo site.

No D24am.com, você pode comentar também a partir das redes sociais mais populares. Você só precisa logar-se na rede de sua preferência. Todos os comentários serão moderados pelo D24am.com

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do d24am.com. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.