sábado 19 abril 2014 . 18:08 . Atualizado às 16:19

notícias/Amazonas

RSS

Renato estava no Hospital de Custódia da unidade prisional e passava por tratamentos psicológicos. Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso.

Manaus - Renato Nogueira Seabra, de 38 anos, foi encontrado morto, na tarde desta quinta-feira (10), em uma cela do hospital de custódia da Cadeia Pública Desembargador  Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus.

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. Segundo informações do Instituto Médico Legal (IML), Renato foi encontrado enforcado, dentro da cela. No entanto, há indícios de que o preso tenha sido assassinado. A direção da Cadeia Pública não quis dar declarações.

Renato, que esperava julgamento por crime de violência doméstica, mas que passava por tratamento psicológico, foi encontrado morto por volta de 15h, no momento que policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) faziam a transferência de sete presos para o Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), na BR-174 (Manaus-Boa Vista).

O irmão de Renato, Marcos Seabra, 50, disse que o irmão sofria com transtornos psicológicos e não quis mais ter contato com a família. Ele disse ter se assustado com o chamado da polícia. "Disseram que meu irmão foi morto a tiros, dentro da Cadeia Pública, mas ninguém informa nada. Estou achando que estão encobrindo algum fato", afirmou.

A morte de Renato vai ser investigada pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

No D24am.com, você pode comentar também a partir das redes sociais mais populares. Você só precisa logar-se na rede de sua preferência. Todos os comentários serão moderados pelo D24am.com

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do d24am.com. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.