sexta 25 abril 2014 . 00:17 . Atualizado às 23:19

notícias/Amazonas

RSS

Nilvani Lima, 31, foi presa após matar Maik Rodrigues, 24, com uma facada no peito

[ i ] Maik chegou a denunciar o crime, mas morreu em seguida. Foto: Danilo Mello Maik chegou a denunciar o crime, mas morreu em seguida.

Manaus - Nilvani de Souza Lima, 31, foi presa pela Polícia Militar, por suspeita de ter roubado e, em seguida, assassinado com uma facada no peito o auxiliar de depósito Maik Rodrigues de Medeiros, 24. O crime ocorreu na quarta-feira à noite, na Avenida Eduardo Ribeiro, no Centro. À polícia, a suspeita confessou o crime, mas alegou legítima defesa.

Em depoimento, o soldado da 1ª Companhia Interativa Comunitária (1ª Cicom) Eduardo Freire informou que conseguiram prender a suspeita na Rua Visconde de Mauá, quando ela tentava fugir. Com ela foi apreendida a arma usada no crime. Nilvani foi levada ao 1º Distrito Integrado de Polícia (1º DIP) e autuada por latrocínio (roubo seguido de morte).

Um amigo da vítima, disse à polícia que viu quando Nilvani tentou roubar a carteira da vítima. Segundo ele, Maik reagiu ao assalto e acabou sendo esfaqueado. O rapaz correu e conseguiu pedir ajuda à polícia na Praça da Matriz, onde após ter denunciado o crime, morreu.

Já Nilvani, afirmou que só atingiu Maik para se defender. Ela disse que a vítima queria que ela fizesse um programa com ele, mas passou a agredi-la depois de ela ter se negado. “Eu o conhecia porque já tinha feito alguns programas com ele, mas não tentei roubá-lo, só o esfaqueei”, alegou ela.

No D24am.com, você pode comentar também a partir das redes sociais mais populares. Você só precisa logar-se na rede de sua preferência. Todos os comentários serão moderados pelo D24am.com

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do d24am.com. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.