domingo 20 abril 2014 . 00:06 . Atualizado às 20:45

notícias/Amazonas

RSS

Vizinhos contaram que desde sexta ele vinha ameaçando a mulher.

[ i ] Maria Rosa foi morta pelo ex-marido, segundo a polícia. Foto: Reprodução Maria Rosa foi morta pelo ex-marido, segundo a polícia. Foto: Reprodução

Manaus - A pedagoga Maria Rosa Serra Correa, 41, foi morta com três facadas, sendo uma no peito esquerdo e duas na perna, na noite de domingo (25), em casa, na Rua 5, Vila Marinho, Compensa 3, zona oeste de Manaus. De acordo com policiais da 8ª Companhia Interativa Comunitária, o suspeito de ter cometido o crime é o ex-marido da vítima, o funcionário público Joel Ambrósio Soares Correa, 49.

Segundo os policiais, o suspeito não aceitava a separação, que já durava três meses. Os vizinhos disseram ter ouvido os pedidos de socorro da mulher e que Joel ameaçava Maria Rosa desde a última sexta.

As testemunhas revelam ainda que ele desferiu as facadas e saiu da casa para comprar cerveja em uma taberna próxima, onde confessou o crime. Em seguida, ele fugiu com um mototáxi. 

No D24am.com, você pode comentar também a partir das redes sociais mais populares. Você só precisa logar-se na rede de sua preferência. Todos os comentários serão moderados pelo D24am.com

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do d24am.com. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.