sábado 19 abril 2014 . 00:20 . Atualizado às 22:46

notícias/Amazonas

RSS

A esposa da vítima, Adriane Aires, 18, informou que o suspeito desconfiava que Everton denunciavas os traficantes da área para o padrinho que segundo ela, é policial militar.

Manaus - O segurança Everton Júlio Oliveira da Silva, 26, foi assassinado com três tiros, no sábado à noite, na Rua 20 de Novembro, no Colônia Terra Nova, zona norte de Manaus. De acordo com a polícia, o crime foi praticado por um homem identificado como Igor Alexandre dos Santos Souza, 20. O suspeito ainda não foi localizado.

Na manhã deste domingo, familiares informaram que há a suspeita do crime ter sido praticado por vingança. A esposa dele, Adriane Aires, 18, informou que Igor desconfiava que Everton denunciavas os traficantes da área para o padrinho que segundo ela, é policial militar.

Adriane disse que haviam saído de casa para irem a casa de um amigo. Quando estavam na frente da residência, Everton foi surpreendido por Igor e um outro suspeito, ainda não identificado. Ele foi atingido com um tiro no ombro e quando caiu no chão, o carona desceu da moto e atirou mais duas vezes, sendo uma na cabeça e no peito.

De acordo com Adriane, Everton não tinha envolvimento com o tráfico e não era de se envolver em confusão.

“Eles tinham raiva do meu marido porque o padrinho dele é policial e acreditavam que ele denunciava as bocas de fumo dos traficantes”, cogitou ela. O caso vai ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

No D24am.com, você pode comentar também a partir das redes sociais mais populares. Você só precisa logar-se na rede de sua preferência. Todos os comentários serão moderados pelo D24am.com

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do d24am.com. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.