quarta 16 abril 2014 . 18:19 . Atualizado às 18:01

esportes/Lutas

RSS

Transferência da luta entre Anderson Silva e Chael Sonnen para Las Vegas obrigou um novo main-event chamativo para o evento do próximo dia 23 de junho no Brasil.

[ i ] José Aldo foi literalmente para a galera no UFC Rio, realizado no início deste ano. Foto: Divulgação José Aldo foi literalmente para a galera no UFC Rio, realizado no início deste ano.

Rio de Janeiro - Confirmado para defender o cinturão da categoria dos penas no próximo dia 21 de julho, em Calgary, no Canadá, o brasileiro José Aldo confirmou nesta quarta-feira, em entrevista ocorrida para divulgação oficial do UFC 149, que a direção do Ultimate Fighting Championship conversou com ele sobre a possibilidade de o próximo combate ser realizado no Brasil, no mesmo dia da final do The Ultimate Fighter: Brazil.

"Chegou a ter essa conversa (para lutar no Rio de Janeiro, em 23 de junho) e achei ótimo, pois a torcida ajuda bastante. Mas já tinha na cabeça que lutaria aqui. Para mim não muda nada, os fãs canadenses ajudam bastante também. Espero conquistar um lugar no coraçãozinho dos canadenses", brincou Aldo, que terá pela frente o americano Erik Koch.

A transferência da luta entre Anderson Silva e Chael Sonnen para Las Vegas, em 7 de julho, obrigou um novo main-event chamativo para o evento do próximo dia 23 de junho no Brasil (ainda não está confirmado a cidade que receberá a noite de lutas). A opção por José Aldo, que lutou no Rio de Janeiro em janeiro, surgiu como rumor, confirmado nesta quarta-feira pelo atleta.

Na primeira vez que defendeu o cinturão do UFC em solo carioca, cidade na qual mora e treina na academia Nova União, José Aldo marcou sua participação na comemoração após a vitória sobre o americano Chad Mendes. Na ocasião, o atleta manauara deixou o octógono e correu para as arquibancadas, para o meio dos torcedores.

A atitude assustou o presidente Dana White. Na entrevista depois do último UFC no Rio de Janeiro, o principal dirigente do Ultimate deu uma bronca no atleta brasileiro. Entretanto, mesmo com a reclamação do patrão, José Aldo prometeu embalar uma nova comemoração, em caso de vitória sobre Koch no próximo dia 21 de julho.

"Ainda tenho que pensar em uma nova comemoração. Seria bem legal fazer alguma coisa para os fãs, que sempre me ajudam bastante na luta. Mas, claro, se o Dana permitir, né? Da última vez tomei um grande esporro", relembrou o campeão dos penas, demonstrando bom humor.

No D24am.com, você pode comentar também a partir das redes sociais mais populares. Você só precisa logar-se na rede de sua preferência. Todos os comentários serão moderados pelo D24am.com

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do d24am.com. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.